EncomendaZ no forno


Comecei a desenvolver o aplicativo EncomendaZ para Windows Phone, para minha surpresa, terminei a parte funcional do aplicativo com menos de 4 horas de desenvolvimento. Ainda existem alguns bugs e coisas para melhorar, mas está listando, salvando e consulta o serviço que informa o andamento da encomenda.
Próximo passo é deixar o aplicativo mais bonito e amigável.

Informo assim que estiver na Marketplace!

Papéis do SCRUM

As metodologias ágeis estão ficando cada vez mais presentes nas empresas e sendo melhor vista pelos clientes.

Quando conheci SCRUM, achei metodologia ágil uma completa anarquia, onde cada um faz o que quer, do jeito que quer e por aí vai.

Graças ao curso que participei com Michel Goldenberg, para a certificação de SCRUM Master, minha visão mudou e entendi que os papéis do SCRUM são fundamentais para o controle da “anarquia”.


Sobre os Papéis

O SCRUM Master, papel que desempenho hoje, tenta garantir um ambiente perfeito para o trabalho da equipe, negocia itens a serem desenvolvidos, garante que a Sprint não seja violável e apoia a equipe quanto a metodologia (mediando reuniões e ajudando ao time a resolver problemas internos e não técnicos).

Por muito tempo gostei muito desse papel, tanto que me certifiquei, atualmente descobri que eu gosto mesmo é de outro papel que descreverei a seguir.


O time, papel da equipe de desenvolvimento, onde é auto gerenciável, define as soluções da forma que acharem melhor, apresenta e tira dúvidas com o dono do produto, que é o papel que explicarei a seguir.


Product Owner, o dono do produto, esse papel é responsável por definir juntamente com o SCRUM Master o que será desenvolvido na próxima Sprint, o PO elenca o que será desenvolvido de acordo com o valor de negócio e a complexidade, previamente identificada pelo time.

Além disso, o PO conhece todo o negócio, sabe o que é importante e tem impacto positivo, detém regras de negócio. Para saber tudo isso, o PO conversa com usuários finais da solução para entender o seu negócio e decidir o que será desenvolvido primeiro.
Certified Scrum Product Owner


Irei participar de um curso para a CSPO, o curso terá carga-horária de 16 horas e dará direito a fazer a prova.

O investimento é de R$ 1.400,00 mas pode diminuir a depender da quantidade de participantes.

O curso acontecerá nos dias 30 e 31 de janeiro/2013.

Quem tiver interesse em participar, pode se inscrever aqui, favor colocar nos comentários “Grupo de Robson”.

Qualquer dúvida é só entrar em contato.

Curso 2 – jQuery UI e plugins de mercado

 
 

Objetivo: Capacitar o profissional na utilização dos componentes ui e plugins jQuery mais utilizados no mercado.

Pré-requisitos: Conhecimentos em jQuery e Ajax.

Carga-horária: 16 horas.

Local e datas: a definir

Investimento: R$ 200,00

 
 

Conteúdo:

  • Ajax e JSON com jQuery;
  • Componentes mais usados (UI e plugins):
    • Datepicker;
    • Validation;
      • Custom validation;
      • Principais validações;
    • MaskedInput e máscara monetária brasileira;
    • Sortable;
    • Tabs;
    • Dialog;

Garanta sua inscrição!

 
 

Liberada a versão 1.7 do jQuery

Lançada dia 3 de novembro de 2011, a nova versão não teve muita adição de métodos, mas teve mudanças estruturais.

Apesar de não ter lido todo o release notes e não ter testado todas as funções adicionadas, resolvi escrever esse post para compartilhar a minha primeira impressão (até porque só tenho ela mesmo até o momento).

Métodos para manipulação de eventos foram adicionados: on e off, serve basicamente para fazer um bind e unbind. Nas versão anteriores, isso também era possível , em alguns casos de forma até mais simples. Veja alguns exemplos:

$('a').bind('click', myHandler);
$('a').on('click', myHandler);
$('form').bind('submit', { val: 42 }, fn);
$('form').on('submit', { val: 42 }, fn);
$(window).unbind('scroll.myPlugin');
$(window).off('scroll.myPlugin');
$('.comment').delegate('a.add', 'click', addNew);
$('.comment').on('click', 'a.add', addNew);
$('.dialog').undelegate('a', 'click.myDlg');
$('.dialog').off('click.myDlg', 'a');
$('a').live('click', fn);
$(document).on('click', 'a', fn);
$('a').die('click');
$(document).off('click', 'a');

 Estranhei a adição desses métodos, já que o jQuery tem como slogan “write less, do more” e não vi redução alguma de escrita de código. Ao ler mais um pouco o release notes, verifiquei que a grande vantagem desses métodos estava relacionada com o desempenho. Veja o comparativo entre implementações:

 

Melhoraram implementações voltadas para HTML5 no IE (6, 7 e 8).

Agora os métodos .toggle guardam informações dos objetos, recuperam propriedades deixando a animação mais simples de implementar.

A nova versão suporta Asynchronous Module Definition (AMD). Nunca vi isso, vou estudar e apresentar algo prático no próximo post!

Os objetos deferred adicionaram progress handlers e métodos de notificação, ainda não testei o progress mas acho que foi uma atualização importante, pois, já precisei.

Outra atualização que eu não testei foi o isNumeric(), percebi que removeram o isNaN, assim que testar a atualização e ler mais sobre o isNumeric(), detalharei mais no próximo post.

Como prometi algumas coisas para o próximo post, vou facilitar e agrupar as minhas promessas:

  • Detalhar mais o release notes da versão 1.7;
  • Explicar Asynchronous Module Definition (AMD);
  • Comparar o isNumeric e o isNaN.

Meu pai

Durante muito tempo em minha vida, esse momento foi a coisa que mais tive medo. Nunca imaginei a vida sem as orientações de meu pai. No entanto, o mesmo fez questão de me preparar invertendo aos poucos os nossos papéis, acabei me tornando pai e ele filho. Infelizmente esse momento chegou.

Há um ano e meio, eu, minha mãe e ele lutamos contra essa doença. Quem conviveu comigo ou com minha mãe durante esse tempo, pode acompanhar essa luta.

Agradeço muito a todos que nos ajudaram durante esse árduo período, “segurando a onda” no trabalho, assumindo temporariamente algumas atribuições no trabalho ou na faculdade, entendendo e tendo paciência comigo. Preciso admitir, não sou uma pessoa fácil, mas nunca tive tantos problemas ao mesmo tempo.

Sinto muito por todos aqueles que não tiveram a oportunidade de conhecer meu pai. Realmente Deus precisava de alguém muito divertido no céu. Meu pai sempre me ensinou a fazer amizades, independente de nível social, cor, ou qualquer outro tipo de separador, e ontem isso foi comprovado por todos que compareçam.

Sei que tenho que ser forte, assumir as responsabilidades e cuidar de minha mãe, mas também queria dizer que será muito difícil pra mim. Como nunca tive irmãos, sempre fui criado muito em casa, meu pai fez o papel de irmão, de melhor amigo e principalmente o de pai, as saudades serão eternas, assim como os seus ensinamentos e piadas.

Agradeço a todos que estiveram comigo ontem e aos que não puderam ir mas que não deixaram de transmitir suas condolências por mensagens.

 
 

Obrigado a todos.

Curso 1 – jQuery, a biblioteca

 
 

Objetivo: Capacitar o profissional na utilização da biblioteca jQuery.

Pré-requisitos: Conhecimentos em HTML e JavaScript.

Data: 27/08 e 03/09.

Carga-horária: 16 horas.

Investimento: R$ 150,00.

Local: UNIRB.

 
 

Inscrições: robsonataide@gmail.com

 
 

Conteúdo:

  • Teoria:
    • História;
    • Compatibilidade;
    • Concorrentes;
    • Funcionamento;
  • Prática:
    • Selectors;
    • Attributes;
    • Traversing;
    • Manipulation;
    • CSS;
    • Events;
    • Effects;
    • Utilities;
    • Núcleo (Core).

Android

Gostaria de compartilhar com vocês minha experiência como proprietário de um smartphone com Android.


 

Antigo proprietário de um iPhone 3G, optei pela mudança por dois simples motivos: custo e curiosidade.

O iPhone tornou-se muito lento após a atualização e alguns softwares só funcionavam a partir 3GS e eu não estava disposto a investir tanto no meu próximo smartphone.

Comprei o Xperia X10 mini pro, da Sony Ericsson. Achei ele muito bom e mais rápido do que o iPhone 3G.


 

No início fiquei meio perdido com o Android, depois tive um ligeira decepção, pois achei ele meio Symbian (com muito programa porcaria), mas depois fui acostumando.

O tethering (compartilhamento de internet), coisa que era nativa no iPhone em determinadas versões de iOS, não era possível no X10 mini pro (nativamente).

Instalei um programa que fazia isso, o Barnacle. Mas para minha surpresa, o aplicativo disse que não poderia executar por não ter privilégios de root.


Barnacle

 

Lendo alguns fóruns, vi que era necessário rootear(ação de deixar o smartphone como root). Como profissional da área de segurança, não quis realizar tal procedimento. Graças aos argumentos do nobre colega e amigo Ari Medeiros Jr., resolvi rootear.

 

Instalei o Barnacle e hoje meu smartphone funciona como hotspot.

Resumindo, estou muito feliz como minha aquisição e pretendo estudar muito sobre Android.